Pesquisadores visitam fábrica que produzirá barreiras de interceptação do lixo

Ao centro, os pesquisadores Diego Luiz e Susana Vinzon, ao lado do amostrador de resíduos flutuantes. Foto: Arquivo Pessoal

Pesquisadores do projeto Orla Sem Lixo visitaram, no mês de outubro, a fábrica da empresa Huesker, em São José dos Campos/SP. No local, estão sendo produzidos equipamentos que serão utilizados na interceptação do lixo flutuante. Participaram da visita a professora Susana Vinzon, coordenadora do Orla Sem Lixo, e o doutorando Diego Luiz.

A Huesker é uma das principais fabricantes mundiais de materiais geossintéticos e está apoiando o projeto Orla Sem Lixo. A empresa está construindo o amostrador de resíduos flutuantes e as barreiras para interceptação do lixo, que serão doados para o projeto, sem custo a ser pago pela produção.

O amostrador de resíduos flutuantes do Orla Sem Lixo vai permitir a retenção e a avaliação do lixo em diferentes profundidades do fluxo de água. Com grande resistência, o amostrador será dividido em compartimentos, totalizando 2,5m de altura.

Vista geral da fábrica da empresa Huesker em São José dos Campos/SP. Foto: Arquivo Pessoal

Waste Expo Brasil

Em São Paulo/SP, os pesquisadores Susana Vinzon e Diego Luiz visitaram a Waste Expo Brasil, maior evento comercial do Brasil na área de resíduos sólidos, realizado entre 26 e 28 de outubro. Na feira, os representantes do Orla Sem Lixo conversaram com fornecedores em busca de soluções para o desembarque dos resíduos flutuantes coletados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: